Sexta-feira, 6 de Outubro de 2006
Miss solidão

Será de mau tom dizer a alguém que não conhecemos de lado nenhum que tem uns olhos muito giros mas que o corte de cabelo lhe fica mal?




Santos e Pecadores - Miss Solidão
Solidão 
Eu e tu
Somos dois, em um
Eu quero amar
Já só sei, ser um só
Ninguém

Miss solidão, eu amei
Miss solidão, eu vivi
Miss solidão, não estou bem

Solidão, pra onde vou
Solidão, sombra do que eu sou
Solidão, eu não sou
De mais ninguém

Solidão
Estou sem voz
De falar, só de nós
Não te vás, deixa estar
Toma o meu lugar

Miss solidão, eu amei
Miss solidão, eu vivi
Miss solidão, não estou bem

Solidão, pra onde vou
Solidão, sombra do que eu sou
Solidão, eu não sou
De mais ninguém

Solidão..

Miss solidão, eu amei
Miss solidão, eu vivi
Miss solidão, não estou bem

Solidão, pra onde vou
Solidão, sombra do que eu sou
Solidão, eu não sou
De mais ninguém



Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006
sorrisos
"o mundo é um espelho: se sorrires para ele, ele sorri para ti"


deixo um video que gostei bastante



Domingo, 24 de Setembro de 2006
dúvida de criança
criança:  - Mãe, se 2 pessoas se casam no mesmo dia têm filhos no mesmo dia !?!?!
mãe:       - Não...
criança:  - Pois... podem nascer com 8 meses, não é?



Quinta-feira, 21 de Setembro de 2006
Mundo surdo

    Assisto nos últimos tempos a um fenómeno no mínimo curioso. Com o desenvolvimento da electrónica deu-se uma grande expansão dos dispositivos de armazenamento portáteis e leitores de música de grande capacidade.
    Houve uma enorme proliferação de pessoas que andam na rua com uns phones nos ouvidos. Vivem com a música nos ouvidos, alguns até a comer ou mesmo a dormir...
    Perdeu-se o gosto de ouvir os carros passar, os pássaros cantar ou as pessoas a andar. Os sons quotidianos deixaram de o ser para serem substituídos por acordes de instrumentos ou sons electronicamente alterados. Passou-se a viver num mundo próprio onde só ouvimos o que gostamos, remetendo-nos para um mundo só nosso. Parece-me isto um acto de egoísmo e solidão.
    Num futuro próximo vamos andar todos a ouvir apenas o que gostamos, e vamos deixar de saber qual é o barulho de um arroto ou o choro de um bebe. Vamos criar um mundo só nosso dentro do mundo de todos.




Segunda-feira, 18 de Setembro de 2006
...
Mãe é Deus aos olhos de uma criança

in Silent Hill


por dizedor às 02:22
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 13 de Setembro de 2006
Ano 2418

    Estamos no ano de 2418. A evolução da espécie humana  começa a ganhar forma resultado do desenvolvimento avançado das máquinas.


   

    As crianças já não precisam de ir à escola. O conhecimento técnico e aprofundado é adquirido em segundos através de máquinas desenvolvidas para o efeito, conhecidas como knowledchine. As pessoas ficam aptas a exercer uma profissão para o resto da vida.
    Há no entanto os que se recusam a obter o conhecimento desta forma. Esses lêem compulsivamente todos os livros ao seu dispor. Levam anos para conseguirem um estádio de conhecimento que os outros atingem em segundos. São denominados por ininvolutiveis, e olhados com desdém pela sociedade.
    Na verdade poucos sabem que são esses ao atingirem um nível de conhecimento especial, não contemplado pela escala das máquinas, que trabalham e investigam para o desenvolvimento das knowledchines.




Domingo, 10 de Setembro de 2006
A capacidade da mente - Natascha Kampusch
    Um dos temas mais falados nos meios de comunicação é o aparecimento de Natascha Kampusch 8 anos depois de ter sido raptada.
    A entrevista que passou sexta-feira na RTP1, que vi com muita atenção, deixou-me sensibilizado e confuso ao mesmo tempo que me provocou uma enorme sensação de impotência humana invertida. O pormenor com que ela descrevia como as coisas se tinham passado deixou-me perplexo.
 

    Falava das coisas como se tivesse sido umas férias de um mês. Referia-se a um ano quase como um dia. Contava ela que só ao fim de cerca de ano e meio lhe foi permitido tomar banho, ou como tentava pedir ajuda quando saía com ele, com a naturalidade de quem bebe um copo de água.
    Admirou-me a cultura verbal e a capacidade de diálogo que ela possui, afinal mesmo lendo e vendo televisão o contacto humano foi reduzido durante muito tempo...
    Fui reparando ao longo da entrevista, e foi algo também comentado pelo psicólogo, nas reacções e maneira de estar de Natascha na entrevista. Fechava constantemente os olhos por períodos prolongados (mais que o normal) e raramente conseguia fixar o olhar em algo. Esta atitude de frieza e de manifestação exterior de força ao praticamente não chorar, deve-se quanto a mim a medicação que ela esteja sujeita. Assim tudo se torna numa relativa normalidade. Mas, parece-me também que se não queriam que as pessoas ficassem a pensar dela "coitadinha" ao exteriorizar os sentimentos perante o mundo inteiro, não a deveriam também ter exposto de tal maneira, pois um dia destes a pressão psicológica interna torna-se demasiadamente grande e a historia ainda acaba de maneira trágica deitando por terra a tão boa e surpreendente imagem que as pessoas criaram dela.

    No final parei uns minutos em silêncio para pensar.


    Concluí que os 8 anos de cativeiro apenas lhe sobre desenvolveram características humanas. Todos nós nos escondemos numa mascara robusta para não darmos parte de fracos, e fingimos ser insensíveis nas situações mais dolorosas. Ninguém, por muito que diga o contrário, quer morrer e agarra-se a tudo o que puder para o evitar.
    A mente tem um poder inestimável capaz de tornar realidade os nossos desejos quaisquer que eles sejam, para isso apenas é necessário querer muito porque "querer muito é poder"!



por dizedor às 15:50
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 7 de Setembro de 2006
definição
ideia
do Lat. idea < Gr. idéa

s. f., representação mental;
representação abstracta e geral de um objecto ou relação;
conceito;
juízo;
noção;
imagem;
opinião;
maneira de ver;
visão.


próprio

do Lat. propriu

adj., que pertence a alguém;
privativo;
peculiar;
oportuno;
adequado;
s. m., feição;
carácter especial;
portador;
mensageiro.


por dizedor às 13:26
link do post | comentar | favorito

:. sobre as ideias
:. procurar neste blog
 
Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


:. ideias recentes

Miss solidão

sorrisos

dúvida de criança

Mundo surdo

...

Ano 2418

A capacidade da mente - N...

definição

:. arquivo de ideias

Outubro 2006

Setembro 2006

:. outras ideias
subscrever feeds